ENQUETE SECMESP

Você conhece sua Convenção Coletiva?
Sim
Não
O que é Convenção Coletiva?
 

Não sabe o que é a Convenção Coletiva? Clique Aqui

Não conhece sua Convenção Coletiva? Clique Aqui

 

 

 
 

QUER SE APOSENTAR? ENTÃO DIGA

ATENÇÃO PARA O CALENDÁRIO DE ALTA TEMPORADA!

.

 

 
 

“MELHOR REVOGAR A LEI ÁUREA DO QUE APROVAR A REFORMA TRABALHISTA”, DIZ PROCURADORA DO MPT EM REFERÊNCIA À GRAVIDADE DO PROJETO EM TRAMITAÇÃO NO SENADO

 

23/05/2017 - 09h15min

Clique AQUI

 

VEJA O DISCURSO DO PRESIDENTE DA CSB, ANTONIO NETO, NA AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE A REFORMA TRABALHISTA

ROBERTO REQUIÃO SOBRE A REFORMA TRABALHISTA: “VOTAR POR ESSA REFORMA É VOTAR PELA CONVULSÃO SOCIAL”

16/05/2017 - 14h38min

Clique AQUI

16/05/2017 - 14h35min

Clique AQUI

 

13/05/2017 - 10h42min

 

MAIORIA REJEITA REFORMAS DA PREVIDÊNCIA E TRABALHISTA; 41% FARIAM GREVE

12/05/2017 - 12h00min

Contra mudanças na aposentadoria: 66%

62% desaprovam a reforma trabalhista

Apoio a greves contra mudanças é alto

Clique AQUI

 

SENADOR PAULO PAIM AFIRMA QUE PROJETO DA REFORMA TRABALHISTA É PERVERSO E DESUMANIZA RELAÇÕES

12/05/2017 - 11h01min

Clique AQUI

 

EM DEBATE AO VIVO, ANTONIO NETO DIZ QUE AS REFORMAS DO GOVERNO SÃO UM RETROCESSO PARA OS TRABALHADORES

10/05/2017 - 11h51min

CLIQUE AQUI


30/04/2017 - 12h37min

    Companheiros, chegamos a mais um dia do trabalho. Mas esse dia do trabalho é diferente dos anteriores.

    Enfrentamos tempos difíceis no cenário econômico e político, onde a crise causa o aumento desenfreado do desemprego e o governo, para sustentar a corrupção, quer nos impor suas absurdas reformas, visam acabar de vez com os poucos direitos que os trabalhadores brasileiros ainda possuem, como o direito de trabalhar com carteira assinada, convenção coletiva de trabalho, férias, com o direito de se aposentar após uma vida de trabalho e suor e pasmem: até com o direito do trabalhador recorrer à justiça do trabalho.

    É um cenário de total desamparo ao trabalhador brasileiro. O trabalhador terá que se sujeitar cada vez mais a condições precárias de trabalho, trabalho sem carteira assinada, salários medíocres, jornadas de até 12 horas de trabalho com intervalo de 15 minutos e, se por milagre conseguir se aposentar, será lá pelos 65 ou 70 anos de idade, se não perder o emprego com carteira assinada a vida toda. Ou seja, ninguém mais se aposenta.

    Mas como um governo, seja qual for a cor dele, consegue fazer isso? Com o apoio da mídia que é comprada e manipula as informações e o povo, escondendo as verdades do povo brasileiro, os distraindo com sua programação medíocre, escondendo os roubos milionários do governo, mostrando só a pontinha do iceberg para fingir que são sérios, fazendo o brasileiro pensar o que e como eles querem que pensem.

    Por que só falam de um partido, de uma só cor, de uma só central e de um só sindicalista?
    Por que num dia de greve geral em todo o país a mídia mostrou somente a minoria de locais onde houve vandalismo e ignorou a maioria que é a luta verdadeira daqueles que lá estavam em defesa do emprego?

    Trabalhador, não se permita ser enganado! A previdência não é deficitária. O governo é que a assalta para bancar a corrupção.
    O sistema trabalhista não precisa de reformas que retirem os poucos direitos do trabalhador. Precisa sim pagar menos impostos ao governo, para ter condições de oferecer mais oportunidades de emprego e trabalho para empregador e empregado!
    O Brasil precisa sim punir aqueles que merecem e proteger aqueles que necessitam!

    Os trabalhadores começaram a despertar para o perigo real e atual das reformas. Prova disso foi a greve geral do dia 28/04/2017, onde milhares de brasileiros foram às ruas em defesa dos seus direitos. Que tenha sido a primeira de muitas, até conquistarmos nossos direitos e punirmos aqueles que realmente merecem!

    O Dia do Trabalho surgiu após o levante dos trabalhadores contra aqueles que os escravizavam e os dizimavam através de condições precárias de vida e trabalho, com jornadas de no mínimo 12 horas, com condições insalubres, com falta de emprego, educação e saúde para o trabalhador e seus familiares, enquanto poucos eram detentores da fortuna desse mundo... alguma semelhança com nosso cenário atual?

    A mídia, de duas famílias no Brasil, só divulga o fim da contribuição sindical, mas não diz como os sindicatos conseguirão recursos para defender as negociações dos trabalhadores.
    Lembre-se que somente 60% do valor da sindical chega ao sindicato. O restante valor é dividido entre federações, confederações, centrais e também, inclusive, governo, mas somente nós negociamos.

    QUEM TEM CONDIÇÕES DE NEGOCIAR SEM DINHEIRO?

    Não temos cor.
    Não temos partido.
    Nossa bandeira é a defesa dos direitos, do trabalho e do trabalhador.
    Participe ativamente do seu sindicato e você verá o que a mídia e o governo, por medo, não querem que você veja!

 

José Renato Pappesso e Diretoria SECMESP

 

14/04/2017 - 10h47min

     Hoje, o SECMESP está completando 28 anos de existência.

     São 28 anos defendendo os trabalhadores em cooperativas médicas, buscando melhores condições de trabalho e levando sempre a mensagem de que só conquistaremos algo com união e sindicalização dos trabalhadores!

     Passamos atualmente por momentos críticos em nosso país.
     As “reformas” propostas pelo governo têm como objetivo destruir nossas condições de trabalho, nossos salários, nossas jornadas de trabalho, nossa CLT, nossos direitos e minar os sindicatos, acabando com a proteção dos trabalhadores, deixando-os abandonados à própria sorte para negociar seu salario, jornada e condições de trabalho.

     Você sabia que com as reformas trabalhistas propostas você pode passar a vida tendo contrato de trabalho de experiência sem um vínculo trabalhista? Trabalhando em jornadas de até 12 horas?
     Você sabia que com a terceirização seu salário sofrerá uma redução de pelo menos 30% e fazendo com que você vire um prestador de serviços, pagando os pesados impostos e sem direitos e benefícios como os que temos em nossa CCT?
     Você sabia que com a reforma previdenciária você não vai mais se aposentar, pois as condições para conseguir uma aposentadoria são absurdas? Se você em algum momento da vida perder seu emprego com carteira assinada, nem aos 65 anos conseguirá mais se aposentar!

     No Brasil com as reformas, o desemprego reinará. Aquele que conseguir emprego terá que se sujeitar à jornada e ao salário impostos, sem benefícios e sem seu sindicato para protegê-lo e conquistar benefícios. Se o trabalhador não se sujeitar às novas condições escravagistas, alguém o fará.
     E após uma vida árdua de trabalho, sem as mínimas condições, o trabalhador ainda perderá o direito de se aposentar.
Mas os impostos não param de ser cobrados e são cada vez maiores!

     É isso o que você deseja para sua vida, para seus filhos, seus familiares e para o seu país? Um país sem trabalho, sem carteira assinada, sem direitos, sem saúde, sem educação e sem aposentadoria?

     ENTÃO LEVANTE-SE E UNA-SE AO SECMESP!

     Venha conosco defender nossos empregos, nossas famílias e nossos direitos antes que acabem de vez com eles e voltemos à escravidão, lutando para sobreviver!
     O SECMESP ao longo de sua existência sempre lutou por condições dignas de trabalho para a categoria. A maior prova disso é nossa CCT, que traduz nossa luta e conquistas para os trabalhadores.
     Enquanto o governo destrói nosso país, a mídia nos entorpece e desvia nosso foco para que não percebamos as atrocidades cometidas e aprovadas na “calada da noite”.
Não permitam que acabem com nosso país. Não permitam que retrocedamos 100 anos, lutando pela sobrevivência e pela liberdade dos grilhões!
    
     Sempre que você receber seu reajuste salarial, sua PLR, utilizar seu plano de saúde, vale-refeição e todos os outros benefícios da Convenção Coletiva de Trabalho (clique aqui para conhecer), lembre-se de que eles NÃO SÃO DADOS PELA EMPRESA, mas sim foram conquistados através do trabalho do SECMESP. Quanto mais nos unirmos, mais forte seremos para conquistar e manter as conquistas desses 28 anos de trabalho. 

     Conheça mais sobre seu sindicato... Participe ativamente do seu sindicato. Não permita que 28 anos de trabalho sejam apagados pelas cartas de oposição e pela não sindicalização. Precisamos de todos vocês, companheiros trabalhadores. Precisamos de uma categoria forte, unida e atuante! Juntos podemos fazer mais e chegar mais longe!

     Sindicalize-se! Junte-se a nós para que no próximo ano possamos comemorar mais um ano de emprego e existência! 

 

José Renato Pappesso
Presidente do SECMESP

 

SECMESP CONQUISTA MELHORAS PARA O TRABALHADOR!

04/04/2017 - 21h18min

Companheiros: comunicamos que foi publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo a Lei Estadual nº 16.402, que permite melhoria no valor do salário normativo do SECMESP.

O SECMESP, que já conseguiu um aumento acima da inflação, conquistou agora também uma melhoria no salário normativo, o que faz com que melhorem também os benefícios como auxílio transporte e auxílio creche da nossa CCT, pois a base de cálculo é o salário normativo da nossa categoria.

De acordo com nossa CCT/2017, o valor do salário normativo que até 31/03/2017 era de R$ 1.068,00 (um mil e sessenta e oito reais) passa a ser R$ 1.076,00 (um mil setenta e seis reais), a partir de 1º de abril de 2017.

Destacamos ainda que neste ano de 2017 as negociações apresentaram resultado expressivo para a categoria. Vejamos:
– o SECMESP lutou e conseguiu um aumento salarial de 6.8% (a inflação do período de jan. a dez./16 ficou em: INPC - 6.58%, IPCA - 6.28%, IVC DIEESE - 6.15% ). A média desses principaís índices que medem a inflação no país correspondeu em 2016 a 34%;
– o SECMESP conseguiu para a categoria um aumento real de 0.46% (que diante do momento político e da crise que o país e as Unimeds atravessam, representou uma conquista importante para a categoria);
– de acordo com o Balanço das negociações dos reajustes salariais de 2016, divulgado no mês de março de 2017 pelo DIEESE em seu site, Foram analisados os reajustes de 714 unidades de negociação da indústria, do comércio e dos serviços do setor privado e de empresas estatais em quase todo o território nacional. Desse total pesquisado, SOMENTE 19%, ou seja, 136 conseguiram aumento real. 44% dos reajustes tiveram valor igual à variação do índice de inflação e os demais 37% (264) ficaram abaixo. – PORTANTO O SECMESP TEVE ATUAÇÃO EFICIENTE!

Trabalhador, fique ligado! As coisas boas não param por aí.  Além do aumento no salário normativo, o SECMESP conseguiu que não fosse retirado nenhum item da CCT!

Entendendo o aumento do salário normativo:

Em 2016 o salário normativo era de R$ 1.000,00. Em janeiro/17 recebeu 6.8%, passando para R$ 1.068,00 . Agora, a partir de abril/17 mais 0,78%, passando para R$ 1.076,20 – isso significa dizer que no ano de 2017 o aumento do salário normativo foi de 6.87%.

Entendendo como esse aumento reflete nos benefícios da nossa CCT:

Com o novo salário normativo, o auxílio transporte passou a beneficiar empregados que ganham até R$ 2.152,40, ou seja, uma grande quantidade de empregados, pois a média salarial, principalmente no interior do estado corresponde a R$ 1.200,00. Além disso, o auxilio creche (40% do salário normativo) passou a ser de R$ 430,48.
São resultados como esses que permitem assegurar que a atuação do SECMESP na luta pelos direitos e interesses da categoria foi expressiva, com base em estudos do DIEESE e diante das incertezas das políticas econômica e financeira que o país vem atravessando.


DIRETORIA SECMESP


 

NOTA DE REPÚDIO - PL 4302/98 - TERCEIRIZAÇÃO

06/04/2017 - 10h43min

O SECMESP – Sindicato dos Empregados de Cooperativas Médicas no Estado de São Paulo vem publicamente repudiar a aprovação do PL 4302/98 que institui a terceirização de forma irrestrita.

Entendemos que no estado democrático de direito a participação dos trabalhadores direta e/ou através de suas entidades legítimas representantes, deve ser respeitada. São os trabalhadores que movem esse país. São esses mesmos trabalhadores que elegeram aqueles que agora os traem.

A aprovação do PL 4302/98 foi um ato que desprezou o clamor dos trabalhadores e também das entidades sindicais, que sempre tiveram posição muito bem firmada em relação aos sérios e irreversíveis danos que o referido projeto trará a toda classe trabalhadora. Esse ato atingiu os trabalhadores de todas as categorias, deixando-os abandonados à própria sorte.

O SECMESP está convicto de que o crescimento da economia só se dará com forte investimento, qualificação e valorização do trabalho e do trabalhador, e não através de meios que exterminam os direitos dos trabalhadores.

O SECMESP reafirma compromisso com as demais classes de trabalhadores de todo o Brasil que lutam contra Projetos de Emendas Constitucionais como esse, que são o verdadeiro retrocesso dos direitos conquistados pelos trabalhadores ao longo de décadas, com muito sangue e suor.


DIRETORIA SECMESP

UNIMED PAULISTANA

LIBERAÇÃO DE ALVARÁS

31/03/2017 - 09h41min

Companheiros, conforme informado em nota anterior, a juíza expediu um mandado de citação para a Unimed Paulistana na audiência de novembro e assim a advogada do interventor tomou ciência dos processos distribuídos e está fazendo as manifestações dos processos. Isso ainda vem acontecendo.

Em fevereiro de 2017 e nos dias 27 e 28 de março a juíza liberou um lote de alvarás. Todas as pessoas que eram de responsabilidade do SECMESP e que foram contempladas nessas liberações já foram contatadas, os contatos foram por telefone e e-mail. Tão logo saiam novos alvarás informaremos.

Gostaria de aproveitar o ensejo e solicitar que aquelas pessoas QUE NÃO RECEBERAM O NÚMERO DO PROCESSO (AÇÃO MONITORIA) envie apenas 1 (um) e-mail novamente, para talitasilvestre@secmesp.org.br ou info@secmesp.org.br, solicitando o número colocando nome completo e CPF.

Aproveito ainda para informar a comunicação entre os ex funcionários da unimed paulistana e o sindicato deve ser feito SOMENTE pelos seguintes canais:

- e-mail: info@secmesp.org.br e talitasilvestre@secmesp.org.br

- telefone(19) 3232-1471 e (19) 99959-8579 (celular Dra Talita - não tem whatsapp)


Informações: Dra. Talita Silvestre - Depto. Jurídico do SECMESP


 

-------------------- / / --------------------

 
 
Uma seleção de links úteis para você
Clique aqui para acessar sua Guia de Contribuição Sindical Urbana

 

O SECMESP está instalado em sede própria, na cidade de Campinas, São Paulo, no seguinte endereço:

Rua Tiradentes, 289/293 - 9 andar - sala 94 - CEP: 13023-190 - Fone: (019) 3232-1471

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO - Segunda à sexta das 08:30 às 17:30

 

 

 
 
Clique aqui para imprimir seu boleto de mensalidade
Clique aqui para imprimir seu boleto de mensalidade

 

 

Hora Certa