O Que São Ler - Dort - SECMESP+SAÚDE

Ir para o conteúdo

Menu principal:

O Que São Ler - Dort

Matérias > 2018 > 02/2018
Compartilhe essa matéria
05/02/2018 - 10h34min

 

O QUE SÃO LER/DORT
 

VOLTAR AO INÍCIO
 

 
Por Luciane Oliveira
Fisioterapeuta – CREFITO: 3/95245-F
 
O termo LER (lesões por esforço repetitivo) foi renomeado para DORT (distúrbios osteoarticulares relacionados ao trabalho) por se tratar de um conjunto de lesões que podem ser causadas não só pelo esforço repetitivo, mas por uma somatória de outros fatores, geralmente relacionadas com determinada atividade de trabalho após sobrecarga e uso excessivo do sistema musculoesquelético associadas á falta de tempo para a recuperação. Eles acometem qualquer membro do corpo que seja submetido a estes esforços repetitivos, porém são mais comuns nos membros superiores.

QUAIS OS SINTOMAS?

 
 
  • Dor, fadiga muscular e formigamento;
  • Queimação no pescoço, ombro e braço;
  • Redução na amplitude de movimento;
  • Diminuição da força muscular;
  • Sensação de membro anestesiado

                        


QUAIS AS CAUSAS?

 
A causa principal é o uso excessivo das estruturas osteomusculares, geralmente durante o trabalho. Todavia, outros fatores de risco que podem contribuir pra surgimento das LER/DORT, fique atento:
 
  • A postura incorreta e o excesso de força;
  • A repetição de movimentos;
  • Pressão no ambiente de trabalho e sobrecarga física;
  • Mobiliário e equipamentos não adequados;
  • Longas jornadas de trabalho.
 

    

COMO PODEMOS EVITAR AS LER/DORT?
 
  • Realizar trocas de posturas durante a jornada de trabalho;   
  • Adequar o posto de trabalho de acordo com o biotipo do funcionário;
  • Realizar pausas durante a jornada de trabalho;
  • Realizar alongamentos musculares (ginástica laboral) em intervalos ou sempre que julgar necessário;
  • Realizar atividades físicas regularmente;
  • Adotar hábitos posturais saudáveis durante o trabalho e fora dele;
  • Reduzir da jornada de trabalho;
  • Reduzir a tensão no ambiente de trabalho;
  • Utilizar acessórios ergonômicos que auxiliam na adequação ao posto de trabalho.
 
 
COMO TRATÁ-LAS?

Havendo diagnóstico rápido e correto, o tratamento pode ser feito de forma clínica, com equipe multidisciplinar e com acompanhamento médico, as probabilidades de recuperação são excelentes.
 
 
Se os sintomas persistirem, procure um médico.

 
 
 

Envie suas dúvidas e perguntas para nossa profissional através do e-mail: secmespmaissaude@gmail.com


Fotos e arte: Giovanny Renato
Vetores -Freepik
Imagens - Pixabay




Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal