Novas regras do trabalho híbrido para colaboradores CLT

SECMESP - Sindicato dos Empregados de
Cooperativas Médicas no Estado de São Paulo
SECMESP
Sindicato dos Empregados de Cooperativas Médicas
no Estado de São Paulo
SECMESP
Sindicato dos Empregados
de Cooperativas Médicas
no Estado de São Paulo
SECMESP - Sindicato dos Empregados
de Cooperativas Médicas no Estado de São Paulo
SECMESP
Menu
Ir para

Novas regras do trabalho híbrido para colaboradores CLT

SECMESP - Site Oficial
Publicado por Giovanny-MKT em Notícias · 4 Abril 2022
Tags: trabalhohíbridoremoto
O trabalho remoto ou teletrabalho ganhou vários adeptos após o início da pandemia de Covid-19, já que impulsionou muitas empresas a mandarem os colaboradores para seus domicílios por causa do distanciamento social. Com isso, a rotina mudou e trouxe muitas dúvidas para os contratados, mas para organizar a situação, o Governo Federal apresentou, no último dia 25, as novas regras para esse formato através da Medida Provisória (MP) 1.108, que traz alterações sobre o vale-alimentação e também calamidade pública, como aponta o advogado trabalhista André Leonardo Couto.

O profissional, que tem mais de 25 anos de experiência no direito do trabalho, lembra que a MP tem como foco dar mais segurança jurídica a relação trabalhista, já que atualmente no país, 11% dos trabalhadores ativos exercem suas atividades no formato híbrido (remoto ou teletrabalho), conforme última pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

De acordo o advogado, a primeira situação que o trabalhador deve entender através da nova MP publicada, é que o teletrabalho ou mesmo remoto, são caracterizados como ‘serviço fora das dependências da empresa’. “Para deixar mais claro, a MP 1.108, publicada no Diário Oficial da União (DOU), no último dia 28 de março, altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), especialmente no capítulo II-A, referente ao teletrabalho, incluído pela reforma trabalhista de 2017 (Lei nº 13.467). Desta maneira, define teletrabalho ou trabalho remoto como a prestação de serviços fora das dependências do empregador, de maneira preponderante ou não. Além disso, ela reforça que o comparecimento, ainda que de modo habitual, às dependências do empregador, não descaracteriza o regime de teletrabalho ou trabalho remoto, criando assim o sistema híbrido”, explica o especialista.




G!O mkt
_______________
Filiado:
Logo CSB  



Logo FENATRACOOP
_______________
SECMESP
Rua Tiradentes, 289/293 - cj. 94
Campinas-SP - CEP: 13023-190
_______________
SECMESP
Rua Tiradentes, 289/293 - cj. 94
Campinas-SP - CEP: 13023-190
_______________
Filiado:

Voltar